O Idiota – O clássico de Fiódor Dostoiévski em quadrinhos

Em preto e branco, e num registro quase sem palavras, André Diniz propõe uma recriação surpreendente de O idiota, obra máxima de Fiódor Dostoiévski.

Publicado em 1869 e escrito em meio a crises epilépticas e perturbações nervosas e sob a pressão de severas dívidas de jogo, o romance é um dos mais célebres da literatura mundial. Sua oralidade intensa encontra na explosão e na fluidez, na ternura e na enorme capacidade expressiva do traço de Diniz, uma correspondência única.

A história é conhecida: após anos internado num sanatório suíço para tratar sua epilepsia, o jovem Míchkin retorna à Rússia e se vê envolvido num triângulo amoroso cujos ares folhetinescos darão o tom desta adaptação. Entre a vilania de Rogójin, um devasso perdulário que dilapida a fortuna herdada de seu pai, e a beleza arrebatadora de Nastácia Filíppovna, acompanharemos Míchkin e sua pureza quixotesca até o desenlace desta bela e trágica graphic novel.

 

André Diniz
Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro. É ilustrador e quadrinista, autor de mais de trinta livros, entre eles Fawcett, 7 vidas, O quilombo Orum Aiê, Duas luas, Que Deus te abandone e Morro da favela.

Nos últimos anos, participou de festivais como o de Saint-Malo, na França. Desde 2016, vive em Lisboa, com a mulher e uma filha.

Detalhes do Livro
O Idiota – O clássico de Fiódor Dostoiévski em quadrinhos
André Diniz
Páginas: 416
Formato: 15.70 X 23.00 cm
Selo: Quadrinhos na Cia
Companhia das Letras

Fonte: Companhia de Letras