A Vida Invisível – filme de Karim Aïnouz

cartaz

Antigas cartas de sua irmã Guida, há muito desaparecida, surpreendem Eurídice, uma senhora de 80 anos. No Rio de Janeiro dos anos 1950, Guida e Eurídice são cruelmente separadas, impedidas de viverem os sonhos que alimentaram juntas ainda adolescentes. Veja a história destas duas mulheres, duas irmãs, tentando lutar contra as forças sociais que insistem em frustrá-las. Invisíveis em uma sociedade paternalista e conservadora, elas se desdobram para seguir em frente.

A Vida Invisível é um filme teuto-brasileiro, dos gêneros drama e romance, dirigido por Karim Aïnouz e estrelado por Carol Duarte e Julia Stockler. É baseado no livro A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, da escritora pernambucana Martha Batalha.

O filme ganhou o prêmio principal da Mostra Um Certo Olhar, no Festival de Cannes de 2019.[2] Em 27 de agosto de 2019, foi escolhido pela Academia Brasileira de Cinema entre doze longas brasileiros para representar o Brasil na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro na 92ª edição do prêmio.